HOLDING FAMILIAR: planejamento patrimonial e sucessão familiar

  • Edimilso Antonio Mota FADAF
  • Dakari Fernandes Tessmann
  • Renato Fabris

Resumo

O ambiente dos negócios está propício ao surgimento de determinados acontecimentos, tendências e o conhecido modismo, que se muito utilizados, passam a se tornar regra para os grandes gestores. O presente trabalho visa uma análise jurídica da adoção do planejamento sucessório no Brasil, contexto no qual destacam-se as holdings familiares patrimoniais. Tem como objetivo, em um primeiro momento explicar o que é holding em sua definição e natureza jurídica. Em seguida, objetiva-as analisar as características especificas de cada opção de planejamento sucessório, com enfoque nas holdings familiares patrimoniais.

Publicado
2018-11-28
Como Citar
MOTA, Edimilso Antonio; TESSMANN, Dakari Fernandes; FABRIS, Renato. HOLDING FAMILIAR: planejamento patrimonial e sucessão familiar. Judicare, [S.l.], v. 13, n. 2, p. 38-53, nov. 2018. ISSN 2237-8588. Disponível em: <http://www.ienomat.com.br/revista2017/index.php/judicare/article/view/67>. Acesso em: 18 jan. 2019.
Seção
Direito Civil