A IMPORTÂNCIA DE AÇÕES METODOLÓGICAS QUE LEVEM PARA O CAMPO DA PRÁTICA O ENSINO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO BRASILEIRA CONFORME A LEI N. 10.693/03

  • Renato Fabris Faculdade de Direito de Alta Floresta- FADAF
  • Rosane Duarte Rosa Seluchinesk
  • Angela Pigosso Hammoud
  • Hamzi Hammoud

Resumo

Trata-se de um artigo decorrente de pesquisa bibliográfica fundada em obras já publicadas através de livros, monografias, trabalhos de conclusão de curso, teses, leis, disponibilizados nas fontes formais de informação. O método utilizado foi o indutivo devido a necessidade de se partir de premissas particulares, tomando-se o individual ou particular, para se promover uma generalização. Foram selecionadas obras públicas desde 1988, quando a Constituição Federal assegurou a igualdade e o combate à discriminação. Aborda a importância de ações metodológicas capazes de assegurar a efetivação dos objetivos da Lei 10.693/03, procura demonstrar que a obrigação legal das africanidades estarem presentes aos conteúdos dos currículos escolares é um modo capaz de permitir o reconhecimento da importância negra para a formação do povo brasileiro; observa as dificuldades de implantação da proposta da legislação em face a dogmatização firmada ao longo de séculos de uma cultura discriminatória, bem como, pelos professores terem se formado sem terem em sua grade os conteúdos de africanidades. Observa-se que se necessita de formação continua para superar as lacunas apresentadas bem como, a escassez de materiais didáticos e obras literárias versando sobre a contribuição dos negros na história do Brasil.

Publicado
2019-07-29
Como Citar
FABRIS, Renato et al. A IMPORTÂNCIA DE AÇÕES METODOLÓGICAS QUE LEVEM PARA O CAMPO DA PRÁTICA O ENSINO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO BRASILEIRA CONFORME A LEI N. 10.693/03. Judicare, [S.l.], v. 14, n. 1, p. 55-66, jul. 2019. ISSN 2237-8588. Disponível em: <http://www.ienomat.com.br/revista/index.php/judicare/article/view/101>. Acesso em: 21 ago. 2019.
Seção
Artigos